Viajar de bicicleta poupando dinheiro e fazendo amigos

Registámo-nos na rede Warm Showers em Outubro de 2014 e desde essa altura já alojámos 9 pessoas, em 6 ocasiões (tivémos 2 casais e um “casal” de amigos), e rejeitámos (por indisponibilidade) outros 11 hóspedes. Antes disso já tínhamos alojado três outras pessoas em ocasiões diferentes, uma em reciprocidade (tinha ficado alojada em casa dela em Copenhaga aquando da conferência Velo-City 2011), outra por acaso, e outra por referência da segunda. A experiência tem sido variável mas bastante boa. É enriquecedor contactar com pessoas de diferentes países, em tipos diversos de viagens, e inspira-nos a fazermo-nos também nós à estrada. 🙂

Já tivémos connosco canadianos, belgas, um inglês, americanos, e um polaco (e antes, uma dinamarquesa, um austríaco e uma alemã). De viagens de 2 ou 3 semanas até viagens de 1 ou 2 anos ou mais, até um rapaz que já é efectivamente um nómada em bicicleta.

O que é a rede Warm Showers?

“Warm Showers” significa “duches quentes”. É “uma comunidade para ciclistas em viagem e anfitriões”. A comunidade Warm Showers é um intercâmbio gratuito de hospitalidade a nível mundial para viajantes em bicicleta. 1-Captura de ecrã total 20012015 142327As pessoas que estão dispostas a receber e alojar viajantes em bicicleta inscrevem-se e disponibilizam os seus contactos, e podem ter ocasionalmente alguém a pernoitar com eles e a partilhar boas histórias e uma bebida.

42 % dos ~51.000 membros da rede estão nos EUA, 40 % estão na Europa, e a língua franca na rede é o inglês. Portugal tem 229 membros neste momento, e apenas ~32 em Lisboa (daí, provavelmente, a grande procura que nós tivémos como anfitriões, logo desde início).  Desde 2012 que a rede tem tido um grande crescimento anual, duplicando o número de membros a cada ano.

O site tem uma secção de Perguntas Frequentes e já estão em português, podem saber mais aqui. Apenas em inglês, têm aqui dicas de como ser um bom hóspede, e aqui dicas de como ser um bom anfitrião.

Porquê ser anfitrião na rede Warm Showers?

Para viajar nas palavras e histórias dos hóspedes, ter contacto com outras pessoas, línguas, culturas, países, experiências, variar a rotina quotidiana, fazer amigos pelo mundo, e por reciprocidade – se um dia quisermos fazer-nos à estrada, ter feedback no nosso perfil de hóspedes que ficaram connosco e que gostaram da experiência dá-nos credibilidade, tornando mais provável encontrar, no futuro, anfitriões que nos queiram receber. E se realmente sonhamos viajar também, é uma excelente forma de ir aprendendo com as experiências dos outros!

Primeiros hóspedes oficiais Warm Showers: Dan & Kiri, lowgearlife.com

Primeiros hóspedes oficiais Warm Showers: Dan (& Kiri, que tirou a foto), lowgearlife.com

Porquê ser hóspede na rede Warm Showers?

Porque é mais barato, mais enriquecedor e mais interessante do que ficarmos sozinhos num alojamento formal comercial (que também sabe bem de vez em quando, claro, estarmos sozinhos, à vontade, sem os constrangimentos de estarmos “de favor” na casa e na vida de alguém). Conhecemos em primeira mão as pessoas e a cultura locais, e fazemos mais amigos pelo mundo.

Como aumentar a probabilidade de sermos aceites e bem recebidos por um anfitrião?

Tudo começa no nosso perfil: deve providenciar informação sobre nós, de onde somos, o que fazemos, que tipo de viagem estamos a fazer, ter feedback de outros anfitriões anteriores e até hóspedes, e idealmente ter algum blog e/ou perfil no Facebook que mostre aos anfitriões que aquela pessoa existe, tem um passado, passou por vários sítios e contactou com várias pessoas de forma positiva, e que comprove aquilo que o perfil ou a mensagem de contacto original diz. Queremos que o nosso perfil 1) seja interessante e 2) inspire confiança ao anfitrião.

A seguir, a primeira mensagem (e seguintes) de contacto com o anfitrião, a solicitar alojamento, que deve conter informações claras, os principais detalhes importantes, e inspirar confiança e empatia. Aqui fica uma sugestão de itens a incluir:

Olá [nome do anfitrião],
Obrigado pela sua oferta WS.
Estamos a viajar até [lugar] e começámos em [local] há [n] dias/semanas/meses/anos. Podem sabaer mais sobre nós e/ou sobre a nossa viagem neste [url] e neste [url] sites.
Gostaríamos de poder pernoitar em vossa casa de [data] a [data], por [n] noites.
Somos [n] pessoas [casal ou não]. Temos [ou não] uma tenda e/ou colchão e saco-cama, e contactámos [n] outros anfitriões em Lisboa.
Precisaremos [ou não] de lavar as nossas roupas – será possível fazê-lo em vossa casa, ou podem indicar-nos uma lavandaria self-service próxima?
Gostamos de nos levantar por volta das [horas], e coordenarmonos-emos convosco para não atrapalharmos a vossa rotina matinal quotidiana, claro.
Estamos neste momento em [local] e o nosso número de telemóvel é [número].
Obrigada, e esperamos o vosso contacto!

A WS é uma rede de intercâmbio de hospitalidade, não é uma rede de sítios onde ficar à pála, por isso é importante não fazer o nosso anfitrião sentir-se simplesmente usado, é importante que haja interacção e cooperação da parte dos hóspedes. Da mesma forma, normalmente os anfitriões recebem os hóspedes durante as suas vidas quotidianas normais, pelo que é importante minimizar o nosso impacto nos seus horários e nos seus encargos. Ficar apenas 1 noite pode não dar oportunidade de passar algum tempo com o anfitrião (ao jantar, por exemplo), dependendo dos horários de ambas as partes, e o anfitrião ganha pouco mais que roupa para lavar, e casa para limpar e arrumar, com aquela experiência. Ficar mais do que 3 noites pode perturbar demais as rotinas da família anfitriã. Nunca peçam para, nem esperem, ficar mais do que 3 noites – preparem o vosso plano B mas mantenham presente que se a experiência estiver a correr bem e se os anfitriões tiverem disponibilidade, além da vontade, eles próprios vos sugerirão para ficarem mais uma noite ou duas.

É importante notar que a rede de anfitriões Warm Showers é especificamente para pessoas que se encontram naquele momento a viajar de bicicleta – não apareçam a pé ou de carro…

1537674_10152554308827659_5486869221140826852_o-768x1024

Alternativas e complementos à rede Warm Showers

Há outras redes mundiais de intercâmbio de hospitalidade (ver aqui), como a Couchsurfing que acredita que o mundo se torna melhor viajando e que as viagens são tornadas melhores pelas ligações, promovendo o intercâmbio cultural e o respeito mútuo, a The Hospitaly Club que acredita que fomentar este intercâmbio de pessoas aumenta a compreensão intercultural e fortalece a paz no nosso planeta. Estas são redes genéricas, não especificamente para ciclistas.

Este artigo tem umas boas dicas gerais de como ser um bom hóspede (aumentando assim o nosso “street cred” nas redes), está pensado para o Couchsurfing mas aplica-se bem a qualquer rede gratuita de intercâmbio de hospitalidade.

Vá lá, estão à espera de quê para se registarem e começarem a receber viajantes? 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

3 + 6 =